O que são “aforismos” e “máximas”?

De que se trata

 

O que são aforismos?

 

Aforismos são uma das formas de expressão que costumam ser utilizadas pela filosofia. Consistem em textos curtos e muito densos, em que as coisas não são didaticamente explicadas, mas lançadas de maneira bastante concentrada e provocativa, para que o leitor vá atrás do entendimento por seu próprio esforço. Podem ser carregados de tanta informação que existem aforismos que dificilmente chegam a ser assimilados numa só leitura ou sem alguma pesquisa por parte do leitor — embora geralmente procurem provocar mais a reflexão, o raciocínio, e até mesmo a apreciação afetiva de certas ideias, do que a pesquisa propriamente dita. Destarte, aforismos são textos que precisam ser lidos, estudados e digeridos com muito cuidado.

 

 

 

O que são máximas filosóficas?

 

Máximas filosoficas são frases ainda mais densas, e geralmente de impacto, que procuram exprimir de uma maneira muito geral e resumida ideias importantes de uma filosofia, ou mesmo uma filosofia por inteiro. Mas são apenas frases, são como slogans. Por isso mesmo, costumam ser mais atraentes e provocadoras do que realmente informativas. Algumas vezes são criadas pelos próprios filósofos, para divulgarem suas teorias, mas muitas vezes são extraídas de dentro dos textos de um filósofo pelos leitores, e divulgadas por eles em separado, porque parecem resumir o pensamento desse filósofo a respeito de algo. Os aforismos, por causa de sua densidade, costumam apresentar muitas frases aptas a se tornarem máximas filosóficas.

 

 

Uma advertência inicial

 

As datas aqui são importantes… um pensador muda de ideias com o tempo. Nem sempre um aforismo antigo, escrito em minha adolescência por exemplo, traduz por completo ou corretamente o sentido em que meus pensamentos avançaram mais tarde. Ocasionalemente acrescentarei inclusive, depois do aforismo e entre “[…]”, correções de rumo que tais ideias tomaram mais tarde, ou até mesmo breves comentários críticos ou irônicos de quem os vê hoje com olhos mais maduros. Pensamentos velhos estão aqui algumas vezes para que se possa acompanhar o processo desse meu desenvolvimento intelectual, e outras apenas porque ainda não perderam um certo atrativo provocante, uma certa qualidade provocativa, que me interessa jogar no colo do leitor…

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta